Atualizado 09/01/2018 - 21:00

Prefeitura fecha loja que vendia bonecas transexuais em CDE

Compratilhe

 

A Prefeitura de Ciudad Del Este, no Paraguai, fechou uma loja na tarde desta terça-feira (9), depois que recebeu a denúncia de que o local estaria vendendo bonecas trans. 

 

A prefeita Sandra Zacarias fez uma declaração a imprensa e disse que os produtos encontrados na loja estão contra os principios familiares e que não vai permitir a venda e nenhuma loja da cidade. 

 

Nas fotos é possível ver que a boneca tem a aparência de uma menina, no entanto ao retirar sua roupa nota que tem órgão masculino. Na caixa do brinquedo, apenas menciona que a boneca faz xixi. A loja foi fechada e as bonecas apreendidas pelas autoridades locais. 

 

A compra das bonecas ocorreu no último sábado. O paraguaio Carlos Misael Bello comprou duas bonecas para presentear suas filhas no Dia de Reis Magos. Todo feliz, ele acompanhou as filhas abrindo as caixas, mas levou a maior surpresa ao perceber que as bonecas com roupas femininas e cabelos compridos tinham um órgão genital masculino.

 

Furioso, Bello fez a denúncia às autoridades responsáveis e divulgou a notícia que rapidamente espalhou-se nas redes sociais. O Movimento pela Vida e pela Família condenou a venda desse tipo de brinquedo, alegando que poderia ocasionar prejuízos às crianças. 

 

Os donos da loja alegaram que os clientes compram livremente o produto e sabem dos riscos que poderão ocorrer. Uma das funcionárias disse que brasileiros e argentinos compram as bonecas por acharem engraçadas. Até a manhã desta terça-feira (9) as bonecas continuavam sendo comercializadas em CDE.

 

O código de defesa da criança e do adolescente do país vizinho defende o crescimento harmônico e integral e condena a exploração da infância. As bonecas são vendidas por cerca de seis dólares.


Fale conosco

contato@diariodascataratas.com.br

Telefone:(45) 99959-5971

Anuncie Já

Confira as opções de anuncios que o Diário das Cataratas tem para você !

Copy Right 2017 - Todos direitos reservados a Diario das Cataratas